Construção em período de chuvas: o que você precisa fazer?

Construção em período de chuvas: o que você precisa fazer?

É muito comum ver grandes construtoras explorarem fora do seu típico eixo de trabalho novas cidades e regiões do país com potencial para o mercado de construção civil, a fim de firmarem seus projetos e conquistarem novos clientes. A escolha desses possíveis espaços deve ser decidida após um amplo e completo estudo, dentre outros assuntos, sobre hábitos de consumo dos moradores e suas principais demandas, bem como identificar o clima predominante naquela região: a possibilidade de fazer alguma etapa da construção em período de chuvas deve ser considerada.

Na maior parte do território brasileiro, o clima é quente e úmido, o que explica a ocorrência de chuvas irregulares após um dia intenso de calor. Nas regiões Norte e Sul, as mudanças climáticas durante o dia são bastante sentidas, e é no verão que geralmente está o maior índice de chuvas no país. Por isso, ao construir,  é preciso estar preparado e atento caso ocorra alguma mudança de tempo inesperada.

Trabalhar em um canteiro de obra é aprender a lidar – e se prevenir – de imprevistos diariamente. No entanto, existem medidas práticas para evitar maiores transtornos, como prejuízos e atrasos, em meio a estas situações.

No artigo de hoje, vamos falar sobre quais cuidados é preciso ter para realizar a construção em período de chuvas, além de dicas sobre como proteger o canteiro de obras.

Como manter a ordem na construção em período de chuvas?

Antes de iniciar qualquer construção, por via de regra, pesquisar e entender o clima da região é fundamental. Acompanhar a previsão do tempo durante todo este período também é uma ótima estratégia para delimitar cada fase, o que será feito e por quanto tempo. Prevenir a obra de mudanças climáticas bruscas que possam comprometer não só o trabalho realizado, mas também os colaboradores, é o tipo de assunto para ser apresentado no momento de elaborar o planejamento do projeto.

Os estudo de clima, tempo e espaço devem ser discutidos em conjunto com a construtora, engenheiros e cliente para estabelecer medidas eficazes do que fazer para que as obras sigam dentro do tempo previsto. Isto, considerando a possibilidade de mudanças climáticas repentinas ou premeditadas. Identificar quais os meses que mais chovem nas regiões brasileiras é fundamental, pois esse fenômeno da natureza é um dos grandes inimigos de quem constrói.

Apesar de ser cada vez mais frequente a irregularidade quanto ao período de chuvas, ainda assim, é possível identificar os meses mais chuvosos nas regiões brasileiras. Vejamos:

  • Região Norte (dezembro e maio)
  • Região Nordeste (março a junho/agosto)
  • Região Centro-Oeste (março a outubro)
  • Região Sudeste (dezembro a março)
  • Região Sul (julho a setembro)

Todo cuidado com as chuvas é pouco. Além de um eventual prejuízo material em dias chuvosos e, consequentemente, paralisação das obras, corre-se, ainda, um grande risco de colocar a vida dos colaboradores em perigo se a empresa permitir a execução de qualquer atividade “embaixo d’água”.

Independente da intensidade, é mais indicado uma paralisação geral das atividades em casos de tempestades. No entanto, será preciso modificar as próximas etapas para concluir cada processo e evitar atrasos.

Ao iniciar a construção, é recomendável dar preferência a levantar a estrutura já com o telhado fixado, e cobri-la com plástico. Fazendo isso, as demais atividades serão realizadas em lugar seco e seguro. É importante observar o nível de umidade do ar, principalmente se houver sinal de chuvas iminentes. Nessas situações, evite a abertura de valetas e execução dos contrapisos a céu aberto.

Veja agora algumas outras dicas do que pode ser feito na construção em período de chuvas e evite maiores prejuízos:

Armazene os materiais de construção em local seguro

A chuva pode estragar o material de construção e danificar demais equipamentos e ferramentas, insumos (cimento, concreto, tijolos, areia, entre outros) presentes no canteiro à céu aberto. Encontre uma forma segura de armazená-los. A dica é fazer a instalação de containers ou barracos feitos de madeira e mantenha todos esses materiais seguros.

Proteja as fundações

A abertura de fundações (ou escavações), é uma das fases essenciais de qualquer obra. Se as chuvas começarem durante esse processo ou foi identificado uma grande probabilidade de chuva nos próximos dias, basta cobrir toda a área de escavação com lonas ou plástico para evitar a entrada de água nas fundações. Dessa forma, o terreno não corre o risco de ficar encharcado;

Atenção redobrada quanto aos fornecedores de ferramentas e materiais

Em situações de paralisação total e sem estimativa para retorno das atividades, é recomendável realizar a suspensão da entrega dos materiais. Se possível, faça um estoque dos produtos e evite atrasos.

Sinalize o canteiro de obras

Para evitar acidentes de trabalhos, faça uma sinalização eficiente em todo o canteiro de obras como alerta para os demais colaboradores sobre os perigos de deslizamento de terra e áreas de contaminação após as chuvas.

Para garantir que a mão de obra seguirá conforme o cronograma de trabalho, contrate os profissionais de acordo com cada etapa da construção. Fazendo isso, mesmo em casos de chuvas prolongadas, a empresa não irá terá grandes prejuízos em consequência da paralisação.

Após essas dicas, fazer a construção em período de chuvas não será tão problemático. Basta ter atenção redobrada para que todo o trabalho realizado não seja completamente perdido, tão pouco gere crise para a empresa e clientes.

Outro assunto que gera muito questionamento é sobre a escolha dos equipamentos para construção civil. São inúmeras marcas disponíveis no mercado e com uma infinita variedade de máquinas e ferramentas cada vez mais modernas, principalmente na questão de otimização dos processos em cada obra.  Definir quais serão utilizados também deve ser declarados no planejamento do empreendimento. Confira agora neste artigo dicas de como escolher equipamentos para construção civil de maneira eficiente!

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.