Blog

7 dicas para melhorar a segurança do trabalho em sua obra

Operário da construção civil é considerada uma profissão bastante arriscada. Afinal, seu local de trabalho – o canteiro de obras, tem uma intensa e cansativa rotina de trabalho e, além do fato de terem que lidar constantemente com ferramentas e equipamentos pesados e substâncias nocivas à saúde.

É dever de toda empresa oferecer um ambiente de trabalho seguro aos seus funcionários, independente do setor em que atua. E nos casos onde a profissão e o trabalho oferecem riscos à integridade física do indivíduo, existem normas previamente estabelecidas para que a segurança dos trabalhadores esteja garantida.

Para evitar possíveis acidentes, no texto de hoje vamos mostrar 7 dicas de como melhorar a segurança do trabalho em sua obra.

Saiba agora mesmo como garantir a segurança do trabalho em sua obra!

A segurança no ambiente de trabalho é fundamental. Ser negligente pode gerar dor de cabeça aos gestores da obra, principalmente durante alguma fiscalização de órgãos responsáveis como o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e Ministério do Trabalho. Caso alguma irregularidade seja encontrada, há riscos da obra e da construtora serem penalizadas.

Felizmente, esse e outros riscos podem ser evitados. Confira agora algumas medidas para garantir que a segurança do trabalho não seja comprometida.

Planejamento

A fase de planejamento abrange diversos setores da obra, desde sua estrutura, período de execução e materiais utilizados.

O planejamento da obra também deve estabelecer quais estratégias de seguranças serão adotadas, como quais serão os equipamentos de proteção utilizados e local de armazenamento das máquinas e outras ferramentas. Nesta etapa, é interessante a participação de um técnico de segurança de trabalho para elaborar essas medidas.

Manutenção regular dos equipamentos

Todos as máquinas e demais equipamentos utilizados durante a obra devem passar por uma manutenção regular para avaliar suas atuais condições, certificando-se de que o operador não sofrerá qualquer incidente ao manuseá-lo.

Por isso, é recomendado implementar o custo de manutenção de equipamentos, documento onde vão constar todas as características e informações necessárias sobre os últimos serviços de reparação realizados.

Treinamento e orientação aos operários

A empresa deve oferecer treinamento adequado aos funcionários para que estejam aptos à realizar suas tarefas e aprender a utilizar os equipamentos de forma correta. Caso o equipamento seja manuseado por alguém inexperiente, o risco do indivíduo sofrer algum acidente é grave.

Os cursos e treinamentos de capacitação, além de ajudar a melhorar a segurança da obra, a produtividade no trabalho será mantida.

Mantenha o ambiente organizado

O canteiro de obras é um espaço naturalmente turbulento devido ao intenso número de máquinas e de pessoas se locomovendo dentro do local.

Para que essa rotina não vire um tremendo caos e siga com fluidez, é importante manter o ambiente organizado. Defina um local específico para despejo de entulhos e armazenamento de materiais, evitando assim a obstrução de passagem dos funcionários e máquinas.

Uso dos equipamentos de segurança

No setor industrial, é obrigatório a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) pelo trabalhador: capacetes, botas, luvas, óculos de proteção e protetores auriculares são alguns destes equipamentos de segurança, e seu uso aplica-se também na construção civil.

As EPIs tem a função de reduzir a exposição do indivíduo à possíveis riscos no local de trabalho. É primordial que o gestor responsável busque incentivar os trabalhadores a utilizarem os acessórios de segurança durante todo o período de trabalho.

Cumprimento das normas de segurança

As Normas Regulamentadoras (NR) é um conjunto de leis que visam garantir a segurança e integridade física dos trabalhadores.

Na construção civil, essas normas devem ser severamente cumpridas e, portanto, o gestor deve conhecer e aplicar todas as normas existentes para que o projeto não sofra grandes transtornos.

Reveja regularmente a política de segurança adotada

Para cada etapa da obra, é importante fiscalizar regularmente cada uma delas, e observar se todas as diretrizes estabelecidas na política de segurança estão sendo seguidas de acordo com o cronograma.

Esse acompanhamento constante vai ajudar a reduzir a exposição dos indivíduos aos perigos recorrentes do canteiro de obras.

Se as etapas acima não forem cumpridas, os riscos de um acidente de trabalho são certos. Maquinário antigo, má utilização dos equipamentos e o não cumprimento do cronograma são fatores que podem pôr em risco a segurança do trabalho na obra.

Um bom gestor deve conscientizar a equipe para que todas as normas de segurança sejam cumpridas, além de estarem sempre atentos a qualquer alteração que venha a comprometer seu rendimento durante o período de trabalho, sobretudo no que se diz respeito à saúde e bem-estar.

Aplicando todas essas orientações, a segurança do trabalho em sua obra estará garantida. Além dessas dicas, existem ainda outras diretrizes que precisam ser seguidas, e podem melhorar ainda mais a segurança de todos, as chamadas normas NR12.

Quer saber como aplicá-las? Clique aqui e saiba como fazer a adequação as Normas NR 12 de forma eficiente!

Posts relacionados