Blog

Qual é a melhor maneira de fazer o orçamento para obras?

veículo da marca Terex

Uma das funções do planejamento é definir o orçamento de uma obra. Todos os custos devem ser detalhados neste documento para ajudar a ter o valor total gasto em cada etapa da construção. Essas informações, se bem especificadas, auxiliam a empresa e o cliente a manter os custos sob o controle.

Ao produzir o orçamento de obras, é preciso conhecer todos os aspectos relacionados a ela, como período de execução, quais materiais serão utilizados, logística e etapas da construção, especificações técnicas e cotação de preços para que nada interfira negativamente nos custos finais.

Caso o orçamento seja mal elaborado, a construtora terá grandes problemas durante a execução do trabalho e finalização dos serviços.  E é justamente esse o tema deste texto.

Nele, vamos abordar como você pode fazer um bom orçamento para obras, além de trazer para você os aspectos que não podem faltar nele. Tudo para fazer com que você não erre nesse elemento crucial do trabalho.

Vamos lá?

Saiba como planejar o orçamento de obras de maneira eficiente!

Seja de grande, médio ou pequeno porte, toda obra deve possuir um bom planejamento para garantir que a construção siga com fluidez e produtividade.

O orçamento de obra bem definido vai ajudar a saber exatamente o quanto será gasto na construção, além de ajudar a programar todos os gastos em cada etapa da execução do projeto até a data de entrega.

É importante estabelecer o período de execução alinhado com o orçamento da obra para que não ocorram falta de recursos que prejudiquem seu andamento e, consequentemente, a conclusão do projeto.

Veja agora 6 dicas de como fazer o orçamento de obras de modo eficiente:

1 – Faça o levantamento de quantidades

Deve-se fazer um levantamento de todas as etapas a serem executadas e todos os materiais que vão ser utilizados na construção: pisos, cimentos, revestimento, instalações em gerais, estruturas em alvenaria, máquinas e ferramentas, dentre outros. Essa listagem vai evitar possíveis desperdícios ou falta de material para a obra.

2 – Elaborar as CPUs

A Composição de Preço Unitário (CPU) é uma ferramenta bastante utilizada na construção civil. A CPU indica o custo de cada serviço por unidade básica que será executada na obra. As CPUs também indicam a quantidade de insumos necessários para efetivar a construção e ajudam a reduzir possíveis erros resultantes da estimativa inicial e do valor final.

3 – Definir os custos indiretos da sua obra

Consumo de água, telefone, transporte, energia, alimentação, combustível, aluguel de equipamentos e mão de obra são alguns exemplos de custos indiretos. Cada obra possui seus custos indiretos específicos e podem variar de acordo com alguns aspectos, como a segurança, a localização da obra e prazo da construção.

4 – Monte o seu roteiro de orçamento

Após fazer as CPUs, os custo indiretos e impostos que incidem sobre a obra e demais serviços, basta somar todos os valores e você terá os custos totais da obra ou reforma.

5 – Insira o BDI

O BDI é a Bonificação e Despesas Indiretas é o lucro da obra. O BDI pode ter de 10% até 100% do lucro, dependendo do tipo e tamanho da obra, mercado e cliente. É o BDI que vai ajudar a definir a montagem do preço final do produto.

6 – Crie uma planilha de controle de gastos

Ao definir o orçamento de obra, você pode inserir estas informações em uma planilha para facilitar o acompanhamento dos gastos. Estas planilhas são indicados todos os serviços executados, as quantidades e unidades de cada serviço, além do custo total.

Existem também alguns softwares que permitem uma visualização ampla e atualizado em tempo real dos custos que integram cada etapa da obra, além de facilitar a gestão do seu negócio.

Como vimos, o orçamento de obras bem elaborado é um dos pilares da fase do planejamento. Com esses dois conceitos bem definidos, com certeza seu projeto atingirá suas expectativas.

Agora que você já definiu o orçamento e o valor de capital investido na obra, é hora de pensar na estrutura do canteiro de obras. Quer saber como fazer? Temos um artigo especial sobre o assunto. Clique aqui e veja como planejar um canteiro de obras!

Posts relacionados