Agronegócio: conheça 5 tendências para o Agronegócio em 2021

Agronegócio: conheça 5 tendências para o Agronegócio em 2021

O ano de 2020 foi atípico e trouxe prejuízos a alguns produtores rurais pelo país, mas de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil –CNA, o Brasil fechou o ano com saldos positivos.

O que esperar das projeções no agronegócio para 2021?

 Promessa de crescimento e safra recorde

O ano de 2021 iniciou cheio de dúvidas, porém o agronegócio, apesar do período marcado por grandes desafios, chegou pronto para “fazer bonito”, trazendo estimativas positivas para o setor.

Os produtores se preparam para atender às necessidades de mercado e produção esperadas para o ano, com projeções indicando nova safra recorde e crescimento previsto de 3% para o PIB e 4,2% no valor bruto da produção, segundo a CNA.

5 tendências do agronegócio para 2021

O ano de 2020 mostrou ao mundo a força do agronegócio no Brasil, trazendo muitos ensinamentos absorvidos pelo produtor rural, que deverá estar atento às tendências que o novo ano trará.

Confira aqui algumas projeções e fique atento!

  1. Sustentabilidade – É imprescindível praticar a sustentabilidade no agronegócio, garantindo o suprimento dos consumidores, através de práticas responsáveis e que impactem positivamente no meio ambiente, crescendo a demanda para que empresas se alinhem a essa responsabilidade social.
  2. Novas tecnologias – O Brasil, apesar de possuir uma agricultura de qualidade, dividida em avançada e familiar e sendo capaz de atender às necessidades mundiais, ainda deve concentrar esforços na agricultura familiar, implementando novas tecnologias e atualizando práticas já ultrapassadas, do ponto de vista científico.
  3. Drones – Utilizando drones, o produtor poderá acompanhar toda a extensão da plantação, monitorando doenças, pragas, focos de incêndios, capacidade de retenção de água no solo, demarcação de áreas para novos plantios, a uma distância de mais de 200 metros, tornando-se um grande aliado das grandes plantações e das florestas de alta produtividade.
  4. Mudanças nos hábitos de consumo – Com o crescimento da preferência por produtos Plant-based,elaborados apenas com matérias-primas de origem vegetal, aliados a alta tecnologia com o mínimo de processamento, resultando em alimentos saudáveis e saborosos que atendem às expectativas do consumidor, essa é uma nova forma de produzir e processar os alimentos.
  5. Rastreabilidade de produtos – A rastreabilidade possibilita o monitoramento das propriedades produtoras, assegurando a procedência dos produtos e também informando sobre a quantidade e qualidade de defensivos agrícolas utilizados na produção, podendo, em caso de problemas, identificar o ponto da cadeia em que ocorreu a falha.

Objetivando controlar a qualidade, os produtores rurais devem se atentar para a qualidade final do que disponibilizam para o mercado, facilitando a informação para os consumidores sobre o caminho dos produtos até a venda deles.

Podemos concluir que o agronegócio, único setor da economia brasileira que cresceu em 2020, continuará forte em 2021.

E aí, curtiu essa publicação? Ajude a divulgá-la, replicando-a em suas redes sociais.

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.