Reciclagem de materiais na construção civil: por um planeta sustentável

Reciclagem de materiais na construção civil: por um planeta sustentável

A utilização de materiais reciclados na construção civil tem sido um grande desafio para a elaboração da concepção de sustentabilidade na área.

 Dia 5 de junho: entenda a importância da data

Com o objetivo de criar uma postura crítica e ativa, chamando a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais do planeta e a preservação de seus recursos naturais, considerados por muitos inesgotáveis, foi criado no dia 5 de junho de 1972, na Assembleia geral das Nações Unidas, em Estocolmo, na Suécia, o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Temos observado o crescimento vertiginoso de problemas que afetam o planeta, destacando entre inúmeros, o descarte inadequado do lixo, a carência de projetos de reciclagem e de coleta seletiva do lixo e o consumo exagerado de recursos naturais, por exemplo.

Se não revertermos esse quadro, a nossa sobrevivência poderá ser comprometida e isso pode ser evitado com a conscientização da importância do uso correto e moderado de nossos recursos naturais e a reciclagem de materiais utilizados em indústrias, empresas, residências e outros setores.

Diante da importância da conscientização e da dimensão do impacto gerado pelo homem, se faz urgente a necessidade de mudanças imediatas nos nossos hábitos de vida diários.

A proteção e o melhoramento do meio ambiente humano é uma questão fundamental que afeta o bem-estar dos povos e o desenvolvimento econômico do mundo inteiro, um desejo urgente dos povos de todo o mundo e um dever de todos os governos.”  (Declaração de Estocolmo sobre o ambiente humano – 1972)

A reciclagem na construção civil

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), o setor de construção civil responde por 39% da emissão de CO2 em todo o planeta, causando um enorme impacto ao meio ambiente e a grande quantidade de resíduos gerados nos canteiros de obra é algo preocupante, seja durante as obras ou em demolições e reformas.

Ao longo de cada projeto, esses resíduos representam até 70% dos resíduos sólidos urbanos e o destino dado a esses entulhos é um grande gargalo, uma vez que acabam em um destino inadequado, como aterros sanitários e lixões, sobrecarregando os sistemas de limpeza pública e criando locais de deposição de dejetos clandestinos.

Visando criar mecanismos para amenizar os impactos ambientais provocados em uma obra, surge o conceito de construção sustentável, que contempla, desde o seu projeto inicial, materiais e sistemas capazes de otimizar a obra e evitar o desperdício de matéria-prima, incluindo a utilização de materiais recicláveis.

Materiais recicláveis na construção civil

Já sabemos da importância da reciclagem na área da construção civil, sendo ela o processo em que há a transformação do resíduo sólido que não seria aproveitado, de modo a lhe atribuir novas características para que ele se torne  matéria-prima ou produto, segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Além de gerar milhares de empregos, a reciclagem nas obras reduz o consumo de matérias-primas e diminui o volume total de lixo, minimizando os efeitos da poluição e transformando esses componentes em materiais para serem aproveitados de outras maneiras.

Mas você sabe quais materiais reciclados podem ser utilizados na sua obra?

Para que haja uma organização no processo de reciclagem no canteiro de obras, é importante criar um sistema de separação e coleta do resíduo, observando a classificação dos materiais, que são divididos em duas categorias: a primeira é constituída de concretos, cerâmicas, pedras e argamassas, representantes da maior parte dos entulhos. A segunda refere-se a madeiras, metais, vidros, plásticos e gesso.

5 materiais mais reciclados na construção civil

Madeira A madeira reciclada tem inúmeras utilidades, indo de peças estruturais a ripas, que servirão para a fabricação de suportes e painéis para diversos fins. Outra função é destinar os restos de madeiras para a produção de biomassa, através da queima em fornos industriais.

Gesso – Por ser um material que, se descartado incorretamente pode emitir gás sulfídrico, que é inflamável e altamente tóxico, a reciclagem do gesso na construção civil é viável, se enviado a empresas adequadas, que produzirá um material com as mesmas características do gesso convencional, com um custo menor.

EPS – O poliestireno expandido, isopor ou EPS é um material que pode se tornar matéria-prima para a fabricação de novos produtos plásticos, objetos de acabamentos e tintas.

Concreto – O concreto reciclado pode ser utilizado como sub-base de pavimento, e ainda permite a reutilização dos escombros, produzindo agregados mais leves que os de pedreira virgem, resultando em menos peso por metro cúbico e redução de custos gerais do projeto.

Aço – O aço pode ser transformado infinitas vezes em um novo material, sem perda de qualidade. Ao ser reciclado, o consumo de energia elétrica chega a ser 80% menor para a produção da peça, provocando um menor impacto ambiental e evitando a extração de matéria-prima.

Os benefícios de usar materiais recicláveis para sua construção sustentável são inúmeros. Além de transformar resíduos em outros elementos muito parecidos com as suas versões originais, os materiais sustentáveis preservam a natureza, tornam os ambientes mais agradáveis e se destacam pela inovação.

E aí, que tal utilizar materiais reciclados em suas próximas obras? Não perca a oportunidade de construir de forma sustentável e contribuir para a saúde do planeta!

Compartilhar este post

Fique por dentro das nossas novidades. Assine nossa newsletter.