Blog

6 dicas de como fazer o controle de estoque de materiais eficiente!

O modo como será feito o controle de estoque das mercadorias para obra integra uma importante fase deste projeto: o planejamento. E sem um planejamento bem feito, são grandes os riscos das obras atrasarem ou então o resultado não sair como o esperado.

Além disso, essa negligência afeta a produtividade dos funcionários, pois a execução das atividades e quais materiais e ferramentas precisam utilizar não estarão bem definidas.

Para quem é empresário do ramo,  fazer o controle do estoque ajuda a entender quais materiais são mais importantes para investir e melhor gerenciar a produtividade no canteiro de obras, como por exemplo, criar estratégias de logística quanto ao transporte destes materiais e a quantidade necessária de insumos para cada fase da construção.

São muitas atividades que acontecem de forma simultânea no canteiro de obras e, por isso, o responsável pelo estoque deve ficar atento às necessidades de cada equipe de trabalho para ajudá-los a erguer a obra de forma efetiva e dentro do prazo estabelecido.

Veja agora 6 dicas para te ajudar a fazer o controle de estoque de materiais!

Escolha um lugar adequado

O espaço onde será feito o estoque deve ser arejado e longe de umidade, chuvas e exposição a luz intensa para que todo o material não estrague ou perca sua funcionalidade.

Atenção especial para as substâncias químicas e outros itens nocivos à saúde humana. Ao armazená-los, separe um lugar específico para estes produtos e faça a sinalização devida.

Faça um levantamento periódico da quantidade de materiais

Saber o número de ferramentas, insumos e outros elementos relativos à obra complementam o planejamento e orçamento previsto. Além disso, o inventário ajuda o gestor na hora de fazer novas compras e evitar desfalque ou desvio de materiais para uso indevido.

O gestor ou responsável pelo estoque pode optar por fazer esta contagem diariamente em casos específicos, como por exemplo, nas ferramentas de médio e grande porte que são constantemente usadas e que possuem alto valor aquisitivo.

Registre a entrada e saída de materiais

Faça um documento específico para cada momento, contendo informações gerais como a unidade de consumo (m, kg) e o código e descrição de cada material.

  • Entrada: quantidade de compras dos materiais e nota fiscal.
  • Saída: quantidade de materiais requisitados no dia. Também deve ser documentado o saldo restante;
  • Transferência: registra a transferência de materiais de um espaço para outro.

Lembrando que para cada documento será preciso colocar o nome do responsável pela entrega e recebimento, para qual finalidade ele será utilizado, e data e hora de entrada e saída. Isso ajuda a controlar a quantidade de insumos utilizados por cada etapa da obra, além de garantir maior segurança na compra das mercadorias.

Estoque de segurança

É a quantidade mínima de material que deve ser, obrigatoriamente, mantida no estoque para suprir algum determinado atraso em  eventual aumento da demanda ou então ocorra a demora na entrega de mercadorias por parte dos fornecedores.

Para isso, basta multiplicar o consumo médio de materiais pelo tempo de reposição (fornecedor).

Segurança

Na construção civil, as ferramentas e máquinas utilizadas possuem alto custo, e o extravio ou perda pode prejudicar não só a evolução da obra, como também o orçamento previsto. Adote medidas assertivas para manter toda a mercadoria em segurança e evitar maiores contratempos.

Armazenamento e organização

Não podemos deixar de mencionar a importância de manter o estoque organizado. Afinal, sem a organização devida, nenhum dos passos citados anteriormente poderão ser aplicados.

Seja na entrega, devolução ou retirada de equipamentos e insumos, o estoque precisa estar bem estruturado e dividido por setores e/ou categoria. O modo de armazenamento dos materiais deve seguir a NR 18, lei que indica as diretrizes de planejamento, administração e organização para obras em construção civil.

E para te ajudar a organizar todos esses dados, o gestor ou responsável pelo controle de estoque pode utilizar diversas ferramentas específicas para gerenciamento, como as conhecidas planilhas de Excel ou softwares voltados para administração em construção civil.

Além de alimentar estes meios com informações quanto ao estoque, é importante que esses dados estejam sempre à disposição para eventuais consultas.

Esperamos que você tenha tirado suas dúvidas sobre este assunto tão relevante e indispensável para qualquer obra! Se você é empresário do ramo da construção civil, outro assunto importante que precisa ser analisado é: quais os equipamentos e ferramentas você precisa investir?

Se você tem dúvidas em relação a isso, temos um conteúdo completo sobre este assunto. Baixe agora nosso e-book sobre os 13 equipamentos que não pode faltar para sua obra!

Posts relacionados